Páginas

Dicas: o que fazer em Nova York com criança?

|

 Aproveitando o combo Copa do Mundo e férias escolares, resolvemos passar uns dias na cidade que nunca dorme levando o Dan conosco. Foram momentos incríveis, apesar de um dia de muito susto com o pequeno doente. Ao final, tudo deu certo, amém!
 Nova York é uma cidade maravilhosa, sem dúvida. Mas vê-la sob o olhar de uma criança é uma experiência memorável. Deixamos de lado os espetáculos da Broadway (são 3h de espetáculo e Dan ainda não fica tranquilo por tanto tempo. Mas, se a criança for maior ou gostar muito de um personagem que esteja no musical, vale muito à pena!) e mergulhamos numa cidade que se preocupa bastante com o entretenimento infantil, principalmente no verão. Saímos de lá sem ter feito tudo o que a cidade oferecia mas com a sensação de que aproveitamos ao máximo o tempo que lá ficamos.

 Uns dois meses antes da viagem, comecei a montar o roteiro dia a dia e alguns sites foram muito importantes:

NYCTPIS
- Ask Mi
- Hoteis.com

 Fizemos o trajeto Manaus-Miami, onde pernoitamos. As 11h do dia seguinte sairia nosso voo pela empresa Spirit, que tem excelentes tarifas, massss, descobrimos que muitas vezes não cumpre horarios e cancela voos, o nosso caso, infelizmente. Conseguimos sair por outra empresa aérea (Delta) e chegamos em NY com duas horas de atraso do previsto.

 Decidimos nos hospedar estrategicamente em frente ao Central Park, na entrada mais próxima das atrações para o Dan. Além da rua inteira ter vários restaurantes super family friendly, os quais nos ofereciam menu infantil, cadeirinha e lápis de cera e desenhos para colorir. Por isso, não tivemos qualquer dificuldade para fazer as refeições com o Dan. Claro que com criança não dá para se frequentar aqueles restaurantes bacanérrimos que exigem meses de antecedência para reserva. Mas esse não era o propósito da viagem.
 Minha única ressalva nessa experiência de levar o Dan para uma cidade como NYC, é que por ter apenas 3 anos, ele se cansava muito, já que acabávamos passando o dia todo fora do hotel. Talvez por isso ele tenha adoecido no último dia da viagem. O ritmo é muito grande para alguém tão pequeno. Acredito que a partir de 7 aninhos, as crianças aguentem mais o tranco. Mas, isso é muito pessoal.
 A seguir, as fotos com os locais que recomendo visita. Não coloquei todos os restaurantes que frequentamos porque acabei esquecendo de anotar, ainda assim, espero que as dicas possam ajudar as familias que estão planejando essa viagem!

Loja da APPLE. Enquanto o papai se perdia nas novidades, nós aproveitamos o espaço kids que tem por lá!

Victorian Gardens Amusement Park. Um parque de diversões muito bacana dentro do Central Park. Vale muito à pena!

Zoo também dentro do Central Park! Experiência incrivel. 

Ainda no zoo. O espaço para os pinguins. Lindo de ver!

Dan e um de seus herois favoritos dentro da loja Toys R Us


Roda Gigante da loja Toys R Us. Uma atração à parte

Espaço Nutella dentro do Eataly. Lugar incrível onde se come muito bem e se compra ingredientes maravilhosos!

Parque delicioso também dentro do Central Park com piso todo emborrachado para felicidade dos papais que podem deixar as crianças brincarem à vontade!

Ainda no parque

Parada no passeio de bicicleta que fizemos também pelo Central Park. 

Imperdível!!! Museu da Historia Natural. Dan amou demais

Children´s Museum of Manhattan: 4 andares temáticos. Imperdível!!!

Sistema digestivo do primeiro andar do Children´s Museum

3.° andar do Children´s Museum: Play Works

Brincando de bombeiro no Museu das Crianças

Desenhos e canetinhas para colorir entre um voo e outro! Vende nos aereportos e tem de todos os temas.

Sorveteria maravilhosa dentro do Chelsea Market. Lugar sensacional que vale demais a visita. São tantas as opções para se comer bem que é impossível ir só uma vez!

Espalhados pela cidade, resolve a nossa fome e a dos pequenos de forma muito saudável!
Ao contrario da foto de cima, esse dia jacamos! Parada obrigatória pra quem é fã de um bom sanduba! Shake Shake no Madison Square Park




























8 comentários:

  1. Amei as dicas Myriam, taí uma viagem que só pretendo fazer quando eles tiverem maiores. NY é realmente fantastica e o Central park nos dá a sensação de estar numa cena de filme né?

    Bjs,

    Ju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fantástica mesmo e o Central Park acumula tantas coisas diferentes que em um lugar só vc tem muito o que fazer. E foi como escrevi, aos 3 anos acho que é uma viagem muito "pesada". Dan adorou mas ficou muito cansado! Depois me conta se as dicas de Miami valeram!! Bjão!!

      Excluir
  2. Milagre! Foto aqui! Milagre 2: mais de uma foto :) hehehehehe.
    Coisa linda demais poder vê-los. Eu tô armando minha viagem ao Brasil e parece um roteiro de viagem para a Rússia de tão complicado (e gostoso ao mesmo tempo) de montar ao gosto de todos e que seja delicioso para os bebês que irão. Saúde para todos :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viu só?! Não economizei nas fotos!!! AHAHAHAHAHAHAHA
      Eu adoro planejar viagem, Jorge, mas...é um trabalhão!! Principalmente quando há criança na historia..a preocupação é muito maior..Zoe vai se encantar pela cidade maravilhosa e vai chorar quando tiver que se despedir, certeza!! rsrsrsrsrsrsrs...eu adoro o Rio e sei que vcs terão momentos inesquecíveis por lá...passeios pela lagoa, aquele mar, aquela gente descolada, uma cervejinha gelada...ahahahahaha..vai ser uma delicia! Katy vai querer ser carioca!! Escreve aí!!!

      Excluir
  3. My, demais a viagem!!!! Adorei cada dica, as fotos estão lindas! Planejar viagem é quase tão bom quanto a viagem em si. Eu adoro viajar lendo coisas sobre viagens! Bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Li, eu me divirto planejando tb!!! Adoro!! Bjks!!

      Excluir
  4. Oi Myriam! Que viagem incrível! Também acho que planejar é ótimo, mesmo sem crianças. Isso não significa que não podemos mudar os planos, mas o planejamento nos faz ir atrás do que a cidade tem de melhor para oferecer. Um dos meus filhos é louco pra conhecer NY, mas como nós (pais) já fomos, sabemos que é preciso muita disposição para essa aventura. Adorei as dicas! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi preciso mesmo muita disposição. E apesar do Dan ter ficado dodói, foi uma experiência muito boa! Mas, acredito que a partir do 5 ou 6 anos seja uma melhor época para os pequenos conhecerem a cidade que nunca dorme! Bjinhos!!

      Excluir

Palpite à vontade

Layout por Xiricutico.blogspot.com para uso exclusivo de Myriam. Proibida a cópia!
Tecnologia Blogger