Páginas

A necessidade de impor limites

|
Esse é um assunto pelo qual eu sempre me interessei, antes mesmo de ser mãe. Porém, quando ainda não fazemos parte desse grupo seleto, tendemos a criticar o comportamento do filho alheio de forma dura, como se a criança fosse, literalmente, mal criada. Essa expressão, aliás, é bem pesada. E só sendo mãe para sentir o quão desagradável é ouvir de terceiros que o filho é mal criado. Eu mesma já julguei tantas mães, antes de ser uma delas...afinal, se a criança age mal, ela não sabe o que está fazendo! A culpa, na verdade, é da mãe. Acontece que, saindo da realidade empirica, o buraco é mais embaixo, colegas. Muitas vezes, a situação sai do seu controle e a vontade que dá é esquecer tudo o que você leu, ouviu ou assistiu na TV e simplesmente deixar o moleque fazer o que quiser. Dá vontade de dizer: "vai, menino!!! Pode destruir a casa toda, jogue-se no chão, coma pedra, que eu não estou nem aí!". Fazer um estilo assim bem blasé, sabe? Calma! Pausa para voltar à sanidade.
Sem querer ser redundante, não há como negar que educar dá muito trabalho. E, por isso mesmo, é que muitas vezes vemos uma cena mais ou menos assim: criança tocando o terror em um ambiente e mãe ou pai (ou ambos) batendo um papo sensacional com os amigos, fingindo que não está vendo o que o(a) filho(a) está aprontando. Provavelmente, esses pais já estão esgotadíssimos de chamar atenção ou colocar de castigo e ligaram aquele botão...
Só que, infelizmente, não dá para sermos assim: NEGLIGENTES. A criança sem limite hoje, será o tirano de amanhã. E sim!! A culpa é nossa!! Fechar os olhos, ligar aquele botão, fazer ouvido de mercador, não nos fazem educadores, mas, tão-somente cuidadores omissos. Eu sei que erro e ainda irei errar, mas, que não seja por omissão, por preguiça. Já perdi a cabeça várias vezes e tive que sair de perto do Daniel para não dar aqueeeele beliscão. Já tive que contar até 20 para não chorar. Já tive que dizer pro meu marido tirar o Dan de perto que eu não estava aguentando a birra e que por favor ele resolvesse que eu precisava de uns minutos para respirar fundo. Porém, deixar o Dan dominar a situação não está nos meus planos. Sem dúvida está nos dele, né? Porque criança testa pai e mãe só para saber até onde vamos sustentar o NÃO. Por isso, seja forte e não ceda! Pode parecer ao contrário, mas, eles querem que os limites sejam impostos. Aliás, eles PRECISAM que sejam impostos. Será fundamental para torná-los seguros, e, também, fortes para passarem pelas frustrações inevitáveis da vida.
Resumo da ópera:
FILHO, NÃO IREI FACILITAR PRA VOCÊ, OK? 


18 comentários:

  1. Hahahahaaha! O Dan tá começando a entender o que lhe aguarda...

    ResponderExcluir
  2. Ei Myriam!

    Eu também acho importantíssimo que a criança tenha limites. Antes de ser mãe também julgava, achava um absurdo a criança se jogando no chão e os pais no estilo "tô nem aí". Agora já tô sentindo na pele...

    É incrível como desde pequenininhos eles fazem birra. Aqui em casa já pensei até em por de castigo, rs. Educar não é mole, mas não dá pra fingir que não é com a gente né?

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desde bem pequenos eles sabem muito bem, Andreia! A gnt não pode se omitir mesmo! Bjs

      Excluir
  3. Adorei seu texto. Eu tbm era assim antes de ser mãe e ainda falava que se fosse comigo e/ou meu filho, determinada situação não iria ocorrer, mas era só a teoria mesmo. É aí que vemos que teoria e prática são fundamentais, afinal julgar é fácil, o difícil é vivenciar.
    Mas vamos firmes visando dar o melhor pra nossos filhos e como diz o livro de Içami Tiba: "Quem Ama Educa".
    Beijos,
    Larissa Andrade.

    http://maternidadeecotidiano.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Li esse livro ainda grávida, Larissa! Tamanha minha preocupação!! Rsrsrsrs beijos!!

      Excluir
  4. Vc está certíssima; é muito mais fácil criar uma criança sem limites que impor um. O problema é o que vem depois: quem aguenta adolescentes sem limites? A criança acaba crescendo sem aprender que tudo tem consequências, o que é um pulo para as drogas de todo tipo!
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E é isso que tem que nos guiar! Saber que a omissão hoje acarretará uma conta muito alta amanhã. Bjos!!!

      Excluir
  5. Viu só Myriam... o blogger não atualiza! Tenho mesmo que visitá-la de tempos em tempos...hahaha
    Adorei o post! Como é difícil educar! Colocar limites então... Mas faz-se necessário e muito! Lógico que é difícil, ainda mais quando o casal precisa concordar e ter princípios bem claros!
    Mas como já disseram o hoje será melhor para o amanhã, já que as crianças não sabem os porquês, conhecem pouco sobre o funcionamento das coisas. Não é mesmo?
    Continuamos nessa caminhada tentando fazer o melhor para eles.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não consegui parar pra olhar as configurações do blogger e saber porque não tá atualizando...vc tocou num ponto muito importante! O casal tem que se entendar e se respeitar, senão gera confusão e total insegurança para os pequenos! Beijos!!!

      Excluir
  6. Ah! Aqui em casa eu também não facilito pra Julia. Eu quero fazer dela uma pessoa de bem, íntegra, direita então não dá pra ser omissa. Erro e muito! Perco a paciência muito mais do que gostaria, mas é como estava conversando com uma amiga ontem, melhor perder a paciência, dar uns gritos vez por outra mas mostrar que estou ali atenta, orientando, cuidando do que ser omissa. Criança precisa e gosta que os pais imponham limites! POr mais que tente se rebelar, por mais que teste a gente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem isso, Syl! Às vezes a gente perde as estribeiras, mas, prefiro isso a deixar pra lá!! Pecar por omissão também não é a minha. Beijão!! Espero que esteja tudo bem com vc e o novo bebê!!

      Excluir
  7. I like the valuablе info you provide in уour artiсles.
    I'll bookmark your weblog and check again here frequently. I am quite certain I'll
    leаrn а lot of new stuff right here!
    Best of luck foг the next!

    Fеel free tο surf to my wеblog :: payday loans

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thank you so much! It will be a pleasure to visit your weblog!!

      Excluir

Palpite à vontade

Layout por Xiricutico.blogspot.com para uso exclusivo de Myriam. Proibida a cópia!
Tecnologia Blogger